Tecnologia e sustentabilidade em debate no Porto

O livro de Diogo Almeida Alves e Pedro Matias, Binómio Tecnologia & Sustentabilidade, terá, hoje, pelas 19h00, uma nova apresentação, desta vez na Fnac do NorteShopping, no Porto. Para além dos autores, vão estar presentes Liliana Ferreira, diretora executiva do Fraunhofer Portugal, e Clara Gonçalves, diretora executiva da UPTEC, para um debate moderado por Teresa Silveira, jornalista do jornal Vida Económica.

O Binómio Tecnologia & Sustentabilidade apresenta uma abordagem inovadora à dinâmica entre a tecnologia e a sustentabilidade, bem como o seu impacto no mundo atual. De aviões e satélites espaciais cada vez mais sustentáveis, até à utilização de drones e Inteligência Artificial para combater a crise dos oceanos. Da máquina que visa recriar os primeiros instantes do Universo e entender a explosão do Big Bang, até à produção de energia na Terra através do mesmo processo do Sol. Da indústria 4.0 até à revolução digital na agricultura.

Através da referência a famosos provérbios portugueses como “Nem tudo o que vem à rede é peixe” ou “O saber não ocupa espaço”, os autores aprofundam sete lições de colaboração, inovação e liderança derivadas de projetos e testemunhos reais ligados aos quatro elementos da natureza. Este binómio foca-se no ser humano enquanto centro de produção de conhecimento e nas competências necessárias para se viver e sobreviver ao longo do século XXI, com drivers cada vez mais tecnológicos e sustentáveis.

O livro conta, também, com o prefácio de Arlindo Oliveira, presidente do Instituto Superior Técnico e autor de Mentes Digitais. Tem, ainda, a colaboração de experts de reconhecidas entidades nacionais, como o ISQ (Instituto de Soldadura e Qualidade), o Fraunhofer Portugal ou o MUDA (Movimento pela Utilização Digital Ativa); bem como prestigiadas organizações internacionais, como as universidades Imperial College London do Reino Unido ou a Chalmers University of Technology da Suécia, e as agências europeias da ESA (European Space Agency), EMSA (European Maritime Safety Agency) e CERN (European Organization for Nuclear Research).

Artigos Relacionados: