RTP e SingularityU Portugal levam portugueses numa viagem ao futuro


A SingularityU Portugal, primeira organização no país dedicada a capacitar líderes para melhor tirarem proveito de tecnologias emergentes, lança em conjunto com a RTP uma série documental que leva os portugueses numa viagem alucinante ao futuro tecnológico e como irá alterar rapidamente a vida como a conhecemos. Com estreia marcada para amanhã, dia 17 de julho, na RTP2, Inspirando o Futuro será exibida todas as quartas-feiras, às 00h10.

Numa produção 100% portuguesa, 13 episódios darão pela primeira vez em televisão nacional a oportunidade de o espetador ver o que de mais inovador se estuda e faz em áreas cruciais ao desenvolvimento futuro das sociedades. Temas como Educação, Energia, Ambiente, Segurança, Espaço, Medicina, serão levados para o espaço público e explorados em cada episódio através de entrevistas com peritos mundiais na vanguarda do conhecimento em tecnologias emergentes.

“Através de testemunhos e imagens reais, o público português vai ter a oportunidade de conhecer algumas das pessoas mais extraordinárias do mundo e ter contacto com matérias habitualmente reservadas a uma elite académica e empresarial. Como tal, a primeira série documental criada pela SingularityU Portugal tem como objetivo educar, capacitar e inspirar não só líderes e empreendedores, mas também o cidadão comum para os desafios do futuro e para promover a mudança na sociedade portuguesa”, explica Ricardo Marvão, um dos fundadores da SingularityU Portugal.

A série inicia-se com um episódio introdutório sobre a SingularityU Portugal, organização fundada pela Câmara Municipal de Cascais, a Nova SBE e a Beta-i, e pertencente à rede global da Singularity University. Com origem em Sillicon Valley, esta organização tem como objetivo capacitar indivíduos e organizações por todo o mundo a aprenderem e criarem soluções inovadoras que usem tecnologias emergentes como a inteligência artificial, a robótica e a biologia digital.

O segundo episódio foca o tema da Educação na perspetiva da professora e jornalista Esther Wojcicki, uma das defensoras da mudança no sistema de ensino, que, na sua opinião, continua a ser o do século XIX. Que soluções para a Educação das crianças e jovens no século XXI e como motivá-los na era tecnológica são algumas das questões apresentadas.

Nos restantes episódios a neurocientista Vivienne Ming, o especialista em energia Ramez Naam, o perito em governação Alex Gladstein e o empreendedor Nathaniel Calhoun são outros dos nomes que também apresentarão as suas estratégias para ajudar a resolver alguns dos maiores desafios da sociedade.

Artigos Relacionados: