Quase 70% dos portugueses assume que vai votar nas próximas legislativas

O Observatório da Sociedade Portuguesa da Católica Lisbon School of Business & Economics publicou, recentemente, os resultados de um estudo que procura aferir o grau de confiança no Governo, instituições e serviços públicos, ideologia política e intenção de voto por parte da sociedade portuguesa. Os dados foram recolhidos em dezembro de 2018, utilizando o Painel de Estudos Online (PEO).

De acordo com este estudo, que contou com cerca de mil participantes, 69.8% dos portugueses indicam que vão votar na eleição para a Assembleia da República (eleições legislativas) em 2019, 8% assume que não irá votar e 22.2% ainda não sabe se irá votar.

Relativamente às eleições europeias em maio de 2019, para eleger os deputados ao parlamento europeu, 55% dos participantes indicam que vão votar, 10.6% assume que não irá votar e 34.4% ainda não sabe se o irá fazer.

No que concerne a posição ideológica, 37.1% dos participantes reportam ter uma posição mais à esquerda, 33.9% reportam uma posição central, e 29.0% situam-se mais à direita. Quanto à avaliação da posição de um conjunto de partidos políticos na escala esquerda-direita (numa escala de 0 a 10 pontos), em média, os participantes colocam os partidos PSD, CDS-PP, e Aliança numa posição mais à direita, e situam os partidos BE, PCP, PEV, PAN, e PS numa posição mais à esquerda.

Adicionalmente, 40.3% dos participantes não têm qualquer simpatia/preferência por um partido político, 47.5% referem que têm alguma simpatia/preferência, e apenas 12.2% têm forte simpatia/preferência por um partido específico.

Quanto à perceção de voto nacional na eleição para a assembleia da república em 2019, considerando a média da percentagem de votos esperada para cada partido, os resultados destacam o PS e o PSD com maior média esperada de percentagem de votos (31.50% e 26.63%, respetivamente).

Saiba mais AQUI.

Artigos Relacionados: