Programa “CEO For One Month” da Adecco com quase mil registos em 2020


Com seis anos de existência, 260 000 inscrições registadas no último ano em todo o mundo, e com mais de 250 candidatos que tiveram já a oportunidade de acompanhar a liderança do Grupo Adecco no seu país, durante quatro semanas, o programa CEO for One Month aproveita as competências e o know-how do Grupo Adecco para criar valor social que está no seu ADN, na área do emprego e das competências.

Esta iniciativa, que oferece aos jovens a possibilidade de desenvolverem e experienciarem o seu potencial de liderança, de aprender e de adquirir competências e experiências necessárias para iniciar uma carreira de liderança, abriu as inscrições no final de novembro do ano passado e registou já mais de 800 inscrições nacionais.

A seleção começa no nível local, onde 47 jovens, mulheres e homens, são selecionados para acompanhar os CEO da Adecco nos seus países de origem. Em Portugal, o programa seleciona um candidato dos inscritos na plataforma, para acompanhar a CEO Carla Rebelo, durante quatro semanas, trabalhando lado a lado e experienciando a vida de um líder de negócios sénior.

Após esta fase, e a nível internacional, será feita uma avaliação rigorosa e um exaustivo bootcamp, onde apenas um dos 47 será escolhido como CEO global por um mês e começará a sua jornada com Alain Dehaze. Todos os candidatos recebem informações, ferramentas e apoio que os ajudarão a dar o salto do mundo da educação para o mundo do trabalho.

De acordo com Manuel Pachon David, o vencedor português da edição de 2019, o balanço da sua participação “é extremamente positivo. Conheci pessoas que muito admiro e que são agora para mim verdadeiras referências quer pessoal quer profissionalmente. Além disso, tive a oportunidade de conhecer outros jovens bastante inspiradores e com percursos de vida que ainda que distintos do meu partilham da mesma vontade de ter impacto positivo no mundo que nos rodeia. Ser o vencedor da edição de 2019 foi uma responsabilidade acrescida já que a Sara, vencedora da edição anterior, foi selecionada para o bootcamp mundial. Infelizmente não consegui ter o mesmo sucesso a esse nível, mas estou bastante confiante de que desenvolvi um bom trabalho e estou contente com o meu desempenho ao longo do projeto”. E acrescenta que “não conheço outra iniciativa que em tão pouco tempo possibilite uma aprendizagem tão grande. Em apenas quatro semanas conheci e trabalhei com inúmeras pessoas, conheci os diversos departamentos da empresa e estive presente em reuniões de todo o tipo, desde reuniões de equipa, reuniões de resultados, reuniões com clientes. Absolutamente fantástico”.

Artigos Relacionados: