P&G Portugal aumenta licença de paternidade para até dez semanas

A Procter & Gamble (P&G) anunciou que estendeu a licença de paternidade dos seus funcionários portugueses até dez semanas. O objetivo da empresa é promover uma mudança positiva e fomentar a igualdade, tanto no local de trabalho, como em casa.

A P&G tem vindo, ao longo dos anos, a fomentar o comportamento inclusivo de forma a fortalecer a sua cultura e melhorar os resultados. Situando a P&G como uma das empresas na Península Ibérica que mais semanas oferece aos seus funcionários para o cuidado dos filhos recém-nascidos, a medida é aplicada retroativamente desde 01 de janeiro de 2019, sendo extensível aos 12 primeiros meses a partir do nascimento do bebé. As semanas são desfrutadas em dias completos e adjacentes ao período de gozo legal.

Isabel Castro, diretora de recursos humanos da empresa, explica que “esta medida faz parte de um programa mais amplo chamado #SharetheCare, cujo objetivo é que ambos os pais possam viver plenamente a experiência do cuidado do bebé, e contribuir para uma maior igualdade de oportunidades de trabalho entre homens e mulheres”.

“A extensão da licença de paternidade até dez semanas representa um novo marco no desenvolvimento do nosso compromisso com a igualdade de condições e oportunidades para homens e mulheres. A partilha no cuidado dos filhos, juntamente com outras formas de corresponsabilidade, é um elemento chave para se alcançar um local de trabalho inclusivo e diversificado a todos os níveis da empresa”, acrescenta a responsável.

Artigos Relacionados:

Centro de preferências de privacidade

    Cookies necessários

    Publicamos cookies neste site para analisar o tráfego, memorizar as suas preferências, otimizar a sua experiência e apresentar anúncios.

    PHPSESSID, __gads, _ga, _gid, gdpr[allowed_cookies], gdpr[consent_types], wordpress_test_cookie, woocommerce_cart_hash, woocommerce_items_in_cart, _gat_gtag_UA_114875312_1
    IDE
    __cfduid