O novo ambiente de trabalho versus resultados

Empresas com sala de jogos, área de leitura e descanso, espaço para café, flexibilidade de horários, sem rigidez quanto à vestimenta, ajuda de custos para estudos, auxílios em planos de saúde, prémios para os que alcançam bons resultados, entre outras opções que tornam a rotina do funcionário mais agradável e o ambiente de trabalho mais convidativo. Tudo isso, para muitos, ainda é uma realidade distante, mas que, aos poucos, está a mudar.
Cada vez mais, os famosos “chefes” estão preocupados com o bem-estar do colaborador. Porquê? Porque estão a perceber que um funcionário feliz, que sente prazer em ir à empresa e possui qualidade de vida, trabalha melhor. Se o colaborador faz o serviço com prazer, vai atender o cliente da empresa com maior dinamismo e eficiência, vai ser mais criativo, vai apresentar ideias para solucionar problemas ou ações que melhorarão um resultado, vai evitar faltar ao trabalho, vai tornar o ambiente mais agradável, entre outros benefícios. E tudo isso impactará diretamente nos resultados da empresa, que terá mais crescimento, competitividade e ótima prestação de serviços.
O bem-estar dos colaboradores tem-se tornado tão relevante que há rankings das melhores empresas para se trabalhar, de acordo com determinados critérios. Um desses levantamentos é realizado pela Love Mondays, que anualmente divulga quais são as 30 empresas do Brasil mais amadas pelos colaboradores. O nome Love Mondays (amor pela segunda-feira) é um trocadilho com a realidade de muitos profissionais, que não gostam deste dia, pois precisam voltar ao trabalho.
A classificação foi realizada de acordo com milhares de opiniões declaradas por profissionais de mais de 125 mil empresas de todo o país ao longo de 2017. O principal item de avaliação é a nota da satisfação geral dos colaboradores com a empresa. O objetivo da Love Mondays é ajudar profissionais a fazerem boas escolhas de emprego por meio de opiniões de funcionários sobre os locais onde trabalham, bem como informações de salário por empresa, cargo e cidade. Os dados são postados de maneira espontânea pelos funcionários e a identidade deles permanece em sigilo.
Na categoria “Pequenas e Médias Empresas” (PME), a Trezo, empresa de Blumenau especializada em e-commerce, conquistou o 19.º lugar. Nesta classificação, apenas duas empresas catarinenses estão na lista entre as 30 mais amadas. Como chegámos a esse resultado?
Estamos há oito anos no mercado e sempre trabalhámos para oferecer uma atenção diferenciada aos colaboradores. Acreditamos que “diversão + eficiência = resultado”. Por isso, oferecemos diferenciais, como: espaço para café, almoço na empresa; área de descompressão com puffs, biblioteca e televisão; jogos; serviço de manicure no horário de trabalho, curso de inglês in company subsidiado; auxílio em cursos e eventos pertinentes à função exercida; vale alimentação e plano de saúde completo sem coparticipação; ginástica laboral e a companhia de pets. Além disso, o ambiente é jovem e descontraído e os colaboradores podem-se vestir como se sentirem confortáveis, sem a necessidade de seguir um padrão de roupa.
Mais do que estar na lista da Love Mondays, o conjunto dessas ações traz-nos inúmeros resultados positivos, como bom atendimento, feedback positivo dos clientes, que passam a faturar até três vezes mais, e melhores soluções como um todo.
É preciso estar atento a estas mudanças. Se antes os profissionais eram escolhidos pelas empresas e precisavam de se adequar às regras, atualmente são as companhias que se devem tornar interessantes para os profissionais, de forma a conquistá-los para as suas equipas.

Por: Armando Leite Júnior, sócio e fundador da Trezo

Artigos Relacionados: