O mundo à beira de um ataque de nervos


E se o modo como vivemos estivesse programado para nos deixar infelizes? Toda a sociedade de consumo assenta na ideia de nos criar o desejo de ter o último modelo, em vez de nos contentarmos com o que temos; somos encorajados a sairmos de nós e a querermos outras vidas: uma receita quase infalível para a infelicidade.

Os índices de stress e ansiedade estão a subir. Estamos cada vez mais ligados uns aos outros e, no entanto, cada vez mais isolados.

Como manter o equilíbrio num planeta que nos enlouquece? Como preservar a humanidade numa era tão obsessivamente tecnológica? Como ser feliz quando somos incentivados a cultivar a ansiedade?

Estas e outras questões são respondidas em O mundo à beira de um ataque de nervos, que oferece uma visão pessoal e importante que procura compreender de que forma nos podemos sentir felizes, humanos e íntegros em pleno século XXI.

Artigos Relacionados: