Uma nova Pós-graduação em Assessment e Desenvolvimento de talento

A gestão do talento é uma das maiores preocupações das lideranças. Miguel Faro Viana e Rui Bártolo-Ribeiro, Diretores do curso, responderam a algumas perguntas sobre o lançamento da pós-graduação.

 

(Líder): O que está na base do lançamento da pós-graduação?

(Miguel Faro Viana e Rui Bártolo-Ribeiro): A gestão do talento é um dos temas recentes mais abordados na literatura especializada sobre Gestão de Recursos Humanos. O interesse pelo tema tem crescido em paralelo com o esforço feito pelas organizações em adotarem as melhores práticas na gestão dos seus talentos, nomeadamente na avaliação e desenvolvimento dos colaboradores de elevado potencial que desempenham funções críticas para a sustentação e projeção organizacional. Este interesse justifica por si só a criação de uma formação especializada, com uma adequada interligação entre os modelos teóricos e a sua implementação organizacional. O curso de formação especializada permite a aquisição das competências essenciais para a avaliação e desenvolvimento dos colaboradores de elevado potencial nas organizações, focando-se nas suas características motivacionais e competências pessoais e profissionais.

 

 

(L): Como integram o tema nos desafios atuais das organizações?

( MFV e RBR): A gestão do talento é uma das maiores preocupações das administrações, das lideranças e dos gestores de recursos humanos em geral. É uma tendência não apenas nacional, é particularmente premente na generalidade do tecido económico mundial. Em conjunto com o planeamento e com a afetação de recursos às necessidades, a avaliação e o desenvolvimento das pessoas constituem os quatro principais pilares da gestão por competências e da gestão do talento.

 

(L): A quem se destina esta pós-graduação?

(MFV e RBR): Este curso destina-se essencialmente a Técnicos e Gestores de Recursos Humanos com formação em Psicologia ou em Gestão de Recursos Humanos (licenciatura ou mestrado) ou com formação noutras áreas de especialização (licenciatura ou mestrado), preferencialmente com o mínimo de 3 anos de experiência em Gestão de Recursos Humanos, que desejem adquirir, desenvolver e consolidar competências nas metodologias e técnicas de avaliação e desenvolvimento de pessoas.

 

 

(L): Que contributo pensam dar com esta iniciativa e quais são os principais objetivos do curso?

(MFV e RBR): O objetivo geral do curso é capacitar os formandos para conceberem e conduzirem processos de assessment e apoiar, de forma direta ou indireta, a elaboração de planos de desenvolvimento individual.

A frequência desta formação possibilita a aquisição de competências tanto ao nível do enquadramento global da gestão estratégica de pessoas e do talento organizacional, como de áreas mais específicas e operacionais da gestão, como seja a gestão por competências e a sua avaliação objetiva, a elaboração, monitorização e avaliação de planos individuais de desenvolvimento, a conceção e implementação na organização de programas de coaching e de mentoring, e as melhores práticas para apoiar os gestores e chefias de equipa na atração, desenvolvimento e retenção de colaboradores.

 

(L): Como desenharam o programa e que metodologias pedagógicas seguem?

(MFV e RBR): As competências trabalhadas não são propriamente novas para as organizações. O que se passa é que a oferta tem sido restrita, não integrada e não posicionada para uma abordagem técnico-científica de nível universitário. Foi também nossa preocupação desenhar um percurso formativo que conjugasse de forma eficaz o conhecimento académico state of the art sobre a matéria e a aprendizagem prática das técnicas e das metodologias associadas.

O modelo formativo proposto para o curso é diversificado incluindo sessões temáticas com conferencistas convidados, unidades curriculares teórico-práticas, realização de estudos de caso, desenvolvimento de trabalhos e projetos por parte dos formandos para aplicarem e consolidarem as aprendizagens e ainda seminários temáticos com a presença de empresas especializadas em avaliação de recursos humanos. A conclusão do curso está sujeita a avaliação em três blocos de disciplinas e apresentação de um projeto por parte dos formandos.

 

(L): Como é composto o corpo docente?

(MFV e RBR): Bruno Soares Rodrigues (ISPA – Instituto Universitário), Francisco Cesário (ISPA-Instituto Universitário), Ferreira Cascão (Ex-Director do IPAM e da Formação de Executivos na EU), João Antunes (Sovena), Maria João Gouveia (ISPA-Instituto Universitário), Margarida Barreto (ex-Diretora de RH´s da MSD), Miguel Faro Viana (ISPA-Instituto Universitário; Infraestruturas de Portugal), Paula Soares Madeira (Human Emotions), Rui Bártolo-Ribeiro, (ISPA-Instituto Universitário).

 

*conteúdo fornecido pelo ISPA

 

Artigos Relacionados: