MetLife aposta no mentoring no apoio a projetos de inovação

A MetLife está a apostar nos seus colaboradores como principal força de apoio às empresas e entidades que participam nas duas principais competições internacionais de responsabilidade social e inovação atualmente a decorrer em Portugal e Espanha: Inclusion Plus, que pretende identificar e apoiar empreendedores, organizações sem fins lucrativos e outras entidades com impacto social que ajudem a promover a inclusão financeira junto de cerca de dois mil milhões de pessoas em todo; e o collab 3.0 EMEA, uma competição a decorrer na Europa, Médio Oriente e África, com o objetivo de apoiar startups tecnológicas na área dos seguros.
Cerca de uma centena de colaboradores da MetLife na Península Ibérica estão comprometidos como jurados ou mentores em cada um dos concursos, numa participação que prevê a disponibilização de várias centenas de horas em regime total de voluntariado.
Até agora, nas anteriores edições destas competições que decorreram noutros países, já participaram cerca de meio milhar de trabalhadores da MetLife nos eventos realizados, como jurados e mentores dos participantes, num total de mais de 3500 horas de voluntariado cedidas.
A participação dos trabalhadores da MetLife é feita nas várias etapas das competições – pesquisa de participantes, avaliação e escolha de propostas, desenvolvimento das ideias e mesmo na implementação dos projetos.
A aposta da MetLife no mentoring como principal método de apoio às entidades que participam nestas competições faz parte da estratégia da multinacional para aproximar os projetos ao mundo real dos negócios.
“Quando combinamos os desafios reais dos negócios da nossa empresa, a nível global, com ideias externas, estamos a criar as melhores soluções para as nossas operações e para os nossos clientes. E para isto nada melhor que recorrer ao know-how dos trabalhadores da MetLife para apoiar e colaborar com os finalistas durante todo o processo”, afirmou Patrícia Jimenez, diretora de marketing & comunicação da MetLife na Ibéria e participante assídua, como mentora, nos projetos de inovação e responsabilidade social da MetLife.
Para potenciar o papel dos seus colaboradores nas várias áreas e etapas das competições, a MetLife apostou em soluções diversas para comunicar e dar apoio durante todo o processo. A comunicação interna e física entre os seus colaboradores foi uma das opções, mas a principal ferramenta acabou por ser a estrutura de informação online, em modelo de intranet e extranet aberta, que permitiu colocar e atualizar toda a informação pertinente – sobre os eventos a decorrer e sobre eventos passados, com colaboradores MetLife de outros países.
“Mais do que o apoio financeiro a um projeto, a participação dos colaboradores da MetLife no desenvolvimento dos trabalhos a concurso tem um valor incalculável, que pode representar uma mais-valia fulcral para o futuro desses mesmo projetos ” afirma Oscar Herencia, diretor-geral da MetLife para a Iberia. “Além disso – acrescenta este responsável – é também uma oportunidade dos nossos colaboradores partilharem experiências com os seus pares da MetLife de outras zonas do globo e com pessoas externas à empresa, o que enriquece ainda mais as suas capacidades e o trabalho que fazem em prol da MetLife”.

Artigos Relacionados: