Liderar pelo amor

Parece uma lamechice falar em amor em contexto de trabalho. Não é. Dou-me à ousadia de dizer que é tudo o que nos falta. Amor. Amar.

Vejamos:

      • Do amor próprio: É preciso muito amor próprio para todos os dias ir trabalhar e tratar assuntos bons e menos bons no contexto laboral.
      • Do amor ao outro: Muito precisamos de amar todos os dias as pessoas que trabalham connosco para que tudo possa correr pelo melhor. Não estando cumprido este requisito, gera muito confronto, desacordo, e outros fenómenos menos bons que entravam todo o trabalho. O leitor vai-me perguntar: “Anabela, não precisámos de ser amigos para trabalhar com outra pessoa!”. E dou-lhe toda a razão. Mas nem todas as formas de amor são amizade, algumas são só respeito. E é esse respeito que todos precisamos todos os dias.
      • Do amor ao trabalho: Está a fazer as coisas em esforço? Desmotivou? Demora nas tarefas? Perdeu o amor que tinha pelo seu trabalho. Há dois caminhos agora (mais na verdade…): 1) muda de trabalho; 2) recupera o amor que “perdeu”. Para a primeira e para a segunda, há imensas possibilidades de o fazer e muitas pessoas no mercado que podem facilitar esse processo.
      • Do amor ao local de trabalho: Precisa de luz natural? Peça. Precisa de outra cadeira? Peça. Precisa de outro computador? Peça. Persista. Insista. É a sua vida 8/9/10 horas por dia. Vá atrás. Faça por isso! Afinal recl(amar) é mesmo isso! Ensinar a outras pessoas a amar! E é tudo o que falta na humanidade: comunicação, pedagogia e amor.

“Sou líder. Devo mostrar o meu amor?”. Esta é uma pergunta que me surgiu há pouco tempo numa organização pública. Deve, a meu ver, mostrar, praticar, agir pelo amor, incentivar o amor, pois só assim terá um ambiente de trabalho consistente e congruente.

Claro que não falo do amor romântico, de poetas e cantores, falo do amor respeito necessário, vital ao ser humano, à sua vivência, vivacidade, trabalho, realização e verdade.

Outra verdade é: se não o pedir, se não se permitir, se não for atrás, não vai acontecer. Assim, make it happen! Faça acontecer!

Por: Anabela Moreira, entrepreneur, executive coach & business advisor

Artigos Relacionados: