IST cria a primeira Cátedra sobre Indústria 4.0 em Portugal

A The Navigator Company apoia, no âmbito do protocolo estabelecido com o Instituto Superior Técnico (IST), a criação da primeira Cátedra em Indústria 4.0 naquele estabelecimento, com a constituição, financiamento e trabalho conjunto.

A referida Cátedra visa promover o conhecimento desenvolvido ao longo de vários anos no IST relacionado com o tema Indústria 4.0. Este tema, reconhecido pelo elevado potencial de desenvolvimento e impacto que representa, é pela primeira vez incrementada através de uma Cátedra, contribuindo para uma evolução sustentada para este paradigma.

Com quatro unidades fabris em Portugal e uma atividade de base industrial e comercial na área da pasta e papel, o trabalho conjunto de investigação na Indústria 4.0 entre as duas instituições reflete-se numa mais-valia relevante que beneficia a Indústria e a Academia.

O protocolo geral estabelecido prevê estimular o desenvolvimento de oportunidades em várias áreas científicas na orla da Indústria 4.0. Com uma vigência de três anos e tendo as suas atividades já iniciado em julho deste ano, a atribuição desta Cátedra serve de plataforma para contactos com outros docentes e investigadores dentro desta temática, abrindo portas para o alargamento a outras iniciativas e temas mais detalhados do interesse da The Navigator Company.

Para José Ataíde, advisor to the board da The Navigator Company, “a investigação em Indústria 4.0 tem como principal benefício o acesso ao conhecimento em tecnologia, bem como o reconhecimento público do seu compromisso no apoio à investigação, componente que faz parte da responsabilidade social da nossa empresa”.

Para o responsável pela Cátedra em Indústria 4.0, Paulo Peças, “a rede de parceiros do IST tem como objetivo principal o estabelecimento e desenvolvimento de alianças estratégicas com as empresas melhor posicionadas para, em conjunto, aumentar o valor oferecido à sociedade. No caso particular desta parceria, as atividades envolvem as cinco dimensões possíveis de iniciativas: conhecer os talentos, contribuir para o IST ter mais e melhores talentos, aceleração de inovação, responsabilidade social, e envolvimento na condução estratégica do nosso Instituto”.

Artigos Relacionados: