Celebra-se hoje o 30.º aniversário do World Wide Web

Para assinalar o 30.º aniversário do World Wide Web, mais de 11 000 inquiridos de um estudo na Europa, Médio Oriente e África partilharam as possibilidades que a Internet lhes proporcionou até à data, e o que esperam que fará para as gerações futuras.

Enquanto a Internet ofereceu muitos “primeiros” – desde o primeiro website (info.cern.ch, em 1990) e a primeira encomenda online de comida para levar (pizza, em 1994), até à primeira conexão à Internet no espaço (Cisco, em 2010), a ambição das pessoas para o futuro da Internet destaca, na maioria, o que esta pode permitir à sociedade.

Possibilitar um “melhor acesso à educação” é uma das ambições principais na lista dos inquiridos para o futuro da Internet (63%), seguido de permitir um “melhor acesso à saúde” (57%).

Com base num inquérito realizado a 13 países na Europa, Médio Oriente e África, os resultados demonstram o impacto enorme que o World Wide Web, como a maior aplicação da Internet, teve na conexão das pessoas e informação, ao longo dos últimos 30 anos.

“Vivemos num mundo híper-conectado. Até 2022, vamos poder ver mais fluxos de tráfego que atravessam as redes globais do que em toda a história da Internet combinada. Este tráfego vem de todos nós, e cada vez mais, os nossos equipamentos. O estudo demonstra o impacto que o World Wide Web e a Internet tiveram nas nossas vidas, e o que as pessoas esperam para o futuro. Para alcançar esse potencial, as organizações – quer seja em saúde, educação, ou qualquer outra indústria – devem ter a capacidade de compreender o poder das conexões e extrair de forma segura o valor delas. Além disso, precisam de gerir a complexidade que vem com a explosão de conectar as pessoas aos espaços, ideias e aspetos ao longo da rede”, refere Wendy Mars, presidente da Cisco EMEAR.

Para marcar o 30.º aniversário do World Wide Web, a Cisco realizou uma coleção de 30 “primeiros do mundo” que foram possíveis dada esta tecnologia incrível. Saiba mais AQUI.

Artigos Relacionados: