Aliança Global para a Juventude pretende impactar seis milhões de jovens até 2022

A Aliança Global para a Juventude (Global Alliance for YOUth) anunciou, no Fórum Económico Mundial de Davos, a sua ambição de impactar seis milhões de jovens, ajudando-os a construir as suas competências para a empregabilidade.

Esta Aliança é um movimento de empresas com uma orientação comum: a paixão por trabalhar em conjunto para ajudar os jovens em todo o mundo a obterem as competências necessárias para prosperar no mundo do trabalho, hoje e no futuro.

De acordo com o Fórum Económico Mundial, mais de 60% das crianças que ingressam hoje no ensino básico vão ter empregos que ainda não existem atualmente. Ao mesmo tempo, o Banco Mundial estima que 60% da população continua excluída da crescente economia digital. Quatro mil milhões de pessoas em todo o mundo continuam sem acesso à Internet.

A edução tradicional, quando disponível, já não prepara os jovens para o mundo do trabalho atual e futuro. Convencidas de que as empresas têm uma enorme oportunidade para desenvolver e distribuir a maior comunidade de talento e capital humano que já esteve disponível na história da humanidade, 20 companhias privadas internacionais decidiram unir forças na Aliança Global para a Juventude para construir um futuro melhor para as gerações mais novas.

“A Global Alliance for YOUth representa o nosso esforço conjunto para dotar os jovens com o conhecimento e as capacidades necessárias para trabalhar no século XXI. As nossas empresas estão comprometidas em apoiar, desenvolver e aconselhar programas que permitam aos jovens transitar com sucesso do sistema de ensino e de estágios para o mundo do trabalho, desenvolvendo uma mentalidade virada para o empreendedorismo”, disse Laurent Freixe, CEO da Nestlé para a Zona Américas.

Até à data, foram 20 as companhias multinacionais que se juntaram a esta Aliança como membros fundadores: ABB, Adecco, BBVA, Cargill, Cemex, Engie, EY, Facebook, Firmenich, Mercer, Mastercard, Microsoft, Nestlé, Nielsen, Publicis, Rockwell Automation, SAP, Starbucks, Vodafone e White & Case. A Aliança orgulha-se, ainda, em trabalhar também com parceiros do setor público como o Banco Mundial e a Solutions 4 Youth Employment.

Em Portugal, a Aliança para a Juventude conta com 18 parceiros – ALPI, BA Vidro, BPI, BP Portugal, Eurogroup Consulting, Germen, Graphics Leader Packaging, Jerónimo Martins, Lift Consulting, Logoplaste, Luis Simões, Nestlé Portugal, The Navigator Company, RAR Açúcar, SaicaPack, Sonae, Transportes Álvaro Figueiredo e Vodafone – que, no seu conjunto, criaram já mais de 73 000 oportunidades de trabalho para os jovens, 10 000 oportunidades de estágio e realizaram mais de 700 workshops de preparação dos jovens para a sua entrada no mercado de trabalho.

Artigos Relacionados: