Accenture investe em ações de educação e formação para a era digital

No seguimento da estratégia de melhoria das condições de trabalho e de vida a nível mundial, a Accenture compromete-se a investir mais de 200 milhões de dólares, nos próximos três anos, para capacitar pessoas de todo o mundo com qualificações profissionais para a era digital.
“Enquanto organização líder global, temos a obrigação de aplicar novas soluções tecnológicas em escala para ajudar a resolver desafios sociais complexos”, afirma Pierre Nanterme, chairman e CEO da Accenture. “Os nossos investimentos vão continuar a promover a constituição de parcerias e programas de cariz social que terão um impacto profundo na vida de milhões de pessoas por todo o mundo, no presente e no futuro”, reforça o responsável.
O compromisso da Accenture irá apoiar iniciativas como a Skills to Succeed, a Tech4Good, as Accenture Development Partnerships, entre outras ações.

O programa Skills to Succeed promove oportunidades de emprego e de empreendedorismo, estimulando a inovação digital para a minimização das disparidades de emprego de uma forma generalizada. Em conjunto com uma rede de parceiros sem fins lucrativos e outros ecossistemas de parceiros, a Accenture já capacitou, desde 2010, mais de 2,2 milhões de pessoas com qualificações profissionais que lhes permitam encontrar emprego ou criar um negócio. O objetivo é alcançar um total de mais de três milhões de pessoas com estas qualificações até 2020.

Os projetos Tech4Good da Accenture utilizam tecnologias avançadas na resolução de desafios críticos para as empresas e para a sociedade. A empresa colaborou, por exemplo, com a The Grameen Foundation India, na melhoria da literacia financeira de pessoas desfavorecidas, de forma a aumentar o seu bem-estar financeiro e social, utilizando tecnologias desde a Inteligência Artificial à Realidade Aumentada. Em Sophia Antipolis, França, a Accenture está a colaborar com o Club Egalité no desenvolvimento de um jogo de realidade virtual que ajuda estudantes adolescentes a explorar trabalhos “à prova do futuro”, contribuindo para o desenvolvimento de capacidades críticas para a economia digital, com objetivo de incentivar o interesse por carreiras STEM (sigla inglesa de Ciência, Tecnologia, Engenharia e Matemática).

Por sua vez, as Accenture Development Partnerships trabalham com governos, empresas e sociedade civil, recorrendo a soluções tecnológicas e empresariais para a construção, desenvolvimento e fortalecimento de programas para o progresso de organizações a nível mundial. Em Portugal, a Accenture colaborou, por exemplo, com a Fundação Calouste Gulbenkian e com parceiros sem fins lucrativos para criar o +Competências, um programa online que ajuda jovens e adultos em situação de vulnerabilidade a desenvolverem capacidades técnicas, digitais e soft skills necessárias à sua contratação.

“A oportunidade de melhorar vidas requer uma colaboração entre empresas, governos e organizações não-governamentais”, afirma Pierre Nanterme. “Enquanto os líderes avaliam as novas tecnologias e aplicações, devemos questionar-nos: será que isto beneficia a próxima geração? Se a resposta for sim, é o mais acertado a fazer”.

Artigos Relacionados: