A Equação da Felicidade


A mensagem deste livro é simples: os seres humanos foram desenhados para serem felizes. E se a vida nos pregar partidas, basta reiniciar o programa e voltar ao modo de felicidade. Em 2001, Mo Gawdat chegou à conclusão de que era infelicíssimo, apesar de estar casado, ter um super emprego, e não saber o que fazer com tanto dinheiro.
Engenheiro por formação, decidiu aplicar os seus talentos ao estudo da felicidade. Leu tudo o que havia para ler. Desenhou um algoritmo que permitisse a todos os seres humanos alcançar a felicidade e começou a aplicá-lo em si próprio, com resultados espantosos.
Até que, 13 anos mais tarde, e já chief businness officer da Google [x], foi brutalmente confrontado com o mais duro teste à felicidade. O seu filho Ali morreu numa operação de rotina à apendicite, devido a um erro médico. O autor não apresentou queixa, não levou o caso a tribunal. Em vez disso, juntamente com a família, decidiu socorrer-se da equação para sobreviver emocionalmente. E assumiu como missão partilhá-la, através deste livro, com o maior número de pessoas.
Aqui encontrarão a ciência que o inspirou a escrever a “fórmula 6-7-5”. São seis as ilusões que nos levam a viver num estado de confusão permanente; são sete os ângulos mortos que nos distorcem a visão da realidade; e, finalmente, há cinco verdades fundamentais, que lhe permitirão alcançar a felicidade duradoura.

Artigos Relacionados: